» Notícia » Brasil é líder em oferta de PICS na atenção básica

Fisioterapia e Terapia Ocupacional podem atuar nas PICS

Em março deste ano, o Ministério da Saúde (MS) incluiu dez novas atividades às Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS), disponibilizando, assim, 29 procedimentos à população, tornando o Brasil líder na oferta dessa modalidade na atenção básica.

No ano passado, o Ministério da Saúde já havia ampliado a oferta, quando passou a disponibilizar 14 novas práticas: arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e yoga. As práticas estão disponíveis no SUS desde 2006, só que, na época, eram ofertadas apenas cinco modalidades: acupuntura, homeopatia, fitoterapia, antroposofia e termalismo.
Segundo dados do MS, as terapias estão presentes em 9.350 estabelecimentos em 3.173 municípios, sendo que 88% são oferecidas na Atenção Básica. Em 2017, foram registrados 1,4 milhão de atendimentos individuais em práticas integrativas e complementares. Somando as atividades coletivas, a estimativa é que cerca de 5 milhões de pessoas por ano participem dessas práticas no SUS.
As PICS e as Profissões
O COFFITO regulamenta as PICS para a Fisioterapia e Terapia Ocupacional por meio das resoluções nº 380/2010 e nº 491/2017, respectivamente. Para saber mais, clique aqui!

COFFITO informa as dez novas práticas de PICS regulamentadas pelo Ministério da Saúde: clique aqui!

 

  • seta ir para o topo