» Notícia » COFFITO começa novo trabalho relacionado às Políticas Públicas de Saúde

politicaspublicas

Apesar de manter atuação permanente e parcerias com o Ministério da Saúde, o COFFITO estuda a possibilidade de uma análise ampliada das Políticas Públicas de Saúde existentes e a forma como as profissões de Fisioterapia e Terapia Ocupacional estão inseridas nessas políticas. De acordo com a vice-presidente do COFFITO, Dra. Patrícia Luciane Santos de Lima, um dos motivos que colocou a discussão em destaque dentro do Conselho Federal foi a publicação das Diretrizes para Prescrição, Concessão, Adaptação, e Manutenção de Órteses, Próteses e Meios Auxiliares de Locomoção no âmbito do SUS, em especial, o fato de o material não contemplar o escopo de atuação das profissões em sua plenitude.

No dia 25 de agosto, em Brasília, um grupo misto, formado por dois fisioterapeutas e dois terapeutas ocupacionais, avaliou a diretriz e deu início à formatação de um documento com proposta de revisão para a política, trazendo, entre os argumentos, proposições que oferecem benefícios à sociedade, eficiência e gerência de gastos, e atuação correta dos profissionais.

Estiveram presentes a vice-presidente do COFFITO e terapeuta ocupacional, Dra. Patrícia Luciane Santos de Lima; a conselheira federal e fisioterapeuta, Dra. Patrícia Rossafa Branco; e os consultores, Dr. Naum Mesquita Chagas, representante da Terapia Ocupacional; e Dra. Roberta Costa Leite, representante da Fisioterapia.

  • seta ir para o topo