» Notícia » Palavra do Presidente – Dia Nacional do Fisioterapeuta e Terapeuta Ocupacional

São quase dois anos em meio a uma pandemia. A essa altura já nos acostumamos ao nosso novo normal. Máscaras deixaram de pertencer apenas aos hospitais e agora fazem parte do nosso dia a dia.

Infelizmente, perdemos muitos pacientes; mas, também, salvamos tantos outros. Fomos essenciais, seja ao auxiliar a respirar, ou ao dar conforto aos familiares quando tudo era tão incerto. Depois, nos mostramos ainda mais eficientes e imprescindíveis, porque a recuperação não acabava com a alta hospitalar, os sobreviventes precisavam se restabelecer, e nós, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, atendemos a mais esse chamado, e, dentro das nossas expertises, auxiliamos aqueles que tanto precisaram e precisam dos nossos cuidados.

Foi, e talvez ainda seja, um período complicado. Tivemos de readequar nossos serviços e nossas vidas. Mas nada, nada do que fizermos por aqui, jamais será o suficiente para transmitir a nossa gratidão aos profissionais que se arriscam diuturnamente para salvar a vida de outras pessoas.

Neste 13 de outubro completamos 52 anos de regulamentação no Brasil. Mais de cinco décadas de histórias, de momentos inesquecíveis e de desafios. Lutamos por vidas e por direitos. Apesar de essenciais, ainda precisamos demarcar nosso espaço, às vezes até por meio de leis e de discussões judiciais. Normatizamos nossa evolução dentro do que nos é permitido. Respeitamos a interdisciplinaridade da Saúde; mas, também, exigimos reserva e autonomia sobre o nosso fazer.

Se pensarmos que temos apenas 52 anos e olharmos para o tanto que caminhamos, ficaremos orgulhosos. Poderíamos ter conquistado mais, claro! Sempre podemos, mas somente alcançaremos as nossas metas e cresceremos na medida em que almejarmos e vencermos desafios.

Nesta data, o que posso dizer é parabéns, meus colegas! Parabéns por essa data que marca a nossa regulamentação e o nosso reconhecimento.

E, acima de tudo, muito obrigado por tudo o que foi feito pela Saúde Brasileira, especialmente nesses últimos dois anos. Vocês não apenas elevaram as profissões, vocês salvaram vidas, devolveram pacientes aos seus familiares, deram esperança e garantiram que sorrisos e alegrias ainda fossem possíveis em meio a uma pandemia.

Roberto Mattar Cepeda

Presidente do COFFITO

  • seta ir para o topo