» Notícia » Inserção de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais no PSF é aprovada na CSSF

No dia 30 de outubro, o Projeto de Lei nº 1.111/2019, que determina a inclusão obrigatória de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais no Programa de Saúde da Família (PSF), foi aprovado na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF). Na ocasião, o deputado relator do PL, Eduardo Braide, enfatizou a importância em ofertar atenção básica para toda a sociedade: “Quanto custa uma criança internada na UTI? Já vi vários casos em que um fisioterapeuta evitou que criança fosse internada. A história vai nos mostrar o quanto será economizado em média e alta complexidade quando tivermos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais atendendo a população na atenção básica”, completou.
Durante o debate, outros parlamentares também defenderam a importância da aprovação, entre eles as Deputadas Rosângela Gomes, Benedita da Silva, Flordelis e Fernanda Melchionna, que, dentre os argumentos, ressaltaram as necessidades e as dificuldades da população, em especial, dos idosos quanto ao acesso aos atendimentos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional na rede pública.
Após a aprovação, o Deputado Eduardo Braide comemorou a vitória e parabenizou as profissões pelos 50 anos.
O PL 1.111/2019 integra os 900 projetos de lei acompanhados pela Comissão de Assuntos Parlamentares do COFFITO, que, neste plantão, contou com a presença dos seguintes membros: Dr. Anderson Coelho; Dra. Patrícia Luciane Santos de Lima, Dr. Rodrigo Amorim, e a assessora parlamentar Carla Bencke.
Assista fala do relator em homenagem às profissões. Clique aqui.

Prêmio Nise da Silveira
O plantão ainda acompanhou a entrega do Prêmio Nise da Silveira de Boas Práticas e Inclusão em Saúde Mental, que teve entre os indicados a terapeuta ocupacional e vice-presidente do COFFITO, Dra. Patrícia Luciane Santos de Lima, que, aproveitando o plantão, prestigiou a cerimônia de entrega e agradeceu a indicação e recordação da Terapia Ocupacional nesta premiação.

  • seta ir para o topo