» Destaque » Palavra do Presidente- CORONAVIRUS/COVID-19: Fisioterapeutas salvando vidas

Saúde não tem hora, circunstância ou barreira. Ao menos, não deveria ter. Saúde é serviço essencial, sempre, é constante, sob pena de, ao interromper um serviço, causar danos irreversíveis ao ser humano.Enquanto o mundo inteiro para, nós, fisioterapeutas, seguimos com a nossa rotina, especialmente aqueles cujo ofício e vocação os levaram aos hospitais e ao tratamento de pacientes críticos acometidos pelo COVID-19.

Saímos de casa cumprindo o nosso dever ético e moral, agindo como soldados no combate ao Coronavírus, com o único objetivo de salvar o maior número de pessoas no país.  Integramos as equipes mínimas na saúde hospitalar e temos consciência de que o nosso trabalho é imprescindível. É no nosso fazer, especialmente em pacientes com dificuldade respiratória, entubados ou não, sem ou com ventilação mecânica, que assistimos e insistimos para que se recuperem, independente da enfermidade que possuam.

Somos mais do que isso, claro. A atuação não se resume em apenas uma linha. Mas, é nesse breve momento que quero me inspirar, seja para elucidar ou apenas facilitar a visualização dos que não compreendem que a Saúde é multiprofissional, feita por diversas categorias da saúde, sob diferentes protocolos e conhecimentos técnicos e científicos.

Consolidamos as especialidades profissionais de Fisioterapia em Terapia Intensiva, Respiratória e Cardiorrespiratória, além da atuação em urgência e emergência. Estamos nos hospitais e nas UTIs brasileiras.

Nascemos, enquanto profissão, em tragédias históricas e inenarráveis. Hoje nos deparamos com um novo desafio e uma nova missão, atender aos pacientes do Coronavírus.

Obrigado, fisioterapeutas brasileiros por estarem na linha de frente, por não se eximirem da responsabilidade e, revelarem a maior e melhor característica de um profissional da saúde: agir com solidariedade em benefício da preservação da vida.

Dr. Roberto Mattar Cepeda

Presidente do COFFITO

  • seta ir para o topo